No dia-a-dia de uma análise, o analisando fala, em particular de ódio e amor, sublima, faz poesia à sua maneira, e o analista corta essa ondulação, introduz a pontuação que falta na fala, para que se possa ler o texto, separando sempre, ao pé da letra, o que neste é efeito de sentido do significante e o que é simplesmente gozo.
Publicado: 2014-02-21