«“Pai contra mãe” De Machado de Assis: um grito contra a escravatura»

  • Rita Ciotta Neves ULHT

Resumo

Resumo: Partindo da análise do conto «Pai contra mãe», do escritor brasileiro Machado de Assis, é traçada a história da escravatura no Brasil, com referência à obra de Stefan Zweig e de Gilberto Freire. A teoria do «bom colonizador», defendida por Gilberto Freire, contrasta dramaticamente com o testemunho literário constituído pelo conto em análise. A escravatura aparece na sua verdadeira dimensão de exclusão e sofrimento, desenhada magistralmente pelo génio de Machado de Assis.

Riassunto: Partendo dall’analisi del racconto «Pai contra mãe», dello scrittore brasiliano Machado de Assis, è delineata la storia della schiavitù in Brasile, facendo riferimento all’opera di Stefan Zweig e di Gilberto Freire. La teoria del «buon colonizzatore», difesa da Gilberto Freire, contrasta in tutta la sua drammaticità con la testimonianza letteraria rappresentata dal racconto in analisi. La schiavitù ci appare nella sua vera dimensione di esclusione e sofferenza, magistralmente disegnata dal genio di Machado de Assis.

Palavras-Chaves: Escravatura, Mestiçagem, Brasil, Machado de Assis.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
NEVES, Rita Ciotta. «“Pai contra mãe” De Machado de Assis: um grito contra a escravatura». Babilónia - Revista Lusófona de Línguas, Culturas e Tradução, [S.l.], n. 04, dec. 2010. ISSN 1646-3730. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/babilonia/article/view/1724>. Acesso em: 18 july 2019.