Amor e Maravilhoso como Formas de Conhecimento em «Isto Ontem Único», de António Maria Lisboa.

  • Maria Raquel Limão de Andrade Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

Resumo: Verdadeira viagem iniciática, o poema surrealista de António Maria Lisboa, «Isto ontem único», é também o desejo de integração cósmica do Homem através do diálogo com a Mulher, que, pela sua capacidade unificadora, o conduz ao espaço da unidade perdida. Feita num contexto de maravilhoso e feérico, é a navegação pelas águas da escrita, a “via do conhecimento sábio”, no dizer do próprio Poeta.
Porque das palavras se liberta a energia com que se recria o mundo: água, sim, mas também terra, fogo, ar, associados ao amor que regenera todas as coisas.

Resumé: Tout en ayant comme objectif l’intégration harmonieuse et cosmique de l’homme, le poème surréaliste d’ António Maria Lisboa, «Isto ontem único», est un vrai voyage initiatique à travers les océans de la poésie. Il est aussi la recherche de l’unité perdue, réussie par le dialogue amoureux avec la Femme, dans un contexte de merveilleux où l’énergie des mots – eau, terre, feu et air - contribue à la recréation d’un monde parfait.

Palavras-chave: amor, maravilhoso, mulher, viagem, integração cósmica, conhecimento, unidade.

Mots-clé: amour, merveilleux, femme, voyage, intégration cosmique, connaissance, unité.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
ANDRADE, Maria Raquel Limão de. Amor e Maravilhoso como Formas de Conhecimento em «Isto Ontem Único», de António Maria Lisboa.. Babilónia - Revista Lusófona de Línguas, Culturas e Tradução, [S.l.], n. 06/07, nov. 2009. ISSN 1646-3730. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/babilonia/article/view/897>. Acesso em: 22 apr. 2019.
Secção
Ensaios