Francisco Niebro, un Poeta Mirandés

  • Alberto Gómez Bautista Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

Resemen: En este trabajo se presenta el estudio de la obra Cula Torna Ampuosta Quienquiera Ara / Em cama feita qualquer um se ajeita, de Fracisco Niebro, procediendo a la contextualización y análisis de la misma.

Palabras Clave: mirandés, literatura, poesía.

Resumo: Neste trabalho apresenta-se o estudo da obra Cula Torna Ampuosta Quienquiera Ara / Em cama feita qualquer um se ajeita, de Fracisco Niebro, bem como a sua contextualização e análise.

Palavras Chave: mirandês, literatura, poesia.

Resume: Neste artigo apersenta-se l studo de l lhibro Cula Torna Ampuosta Quienquiera Ara / Em cama feita qualquer um se ajeita, de Fracisco Niebro, fazendo-se la sue cuntestualizaçon i análeze.

Palabras Chabe: mirandés, lhiteratura, poesie.

Abstract: This article examines Fracisco Niebro’s Cula Torna Ampuosta Quienquiera Ara / Em cama feita qualquer um se ajeita, analysing and placing in its specific context this rare collection of poems in Mirandese.

Key-words: Mirandese language, literature, poetry

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
BAUTISTA, Alberto Gómez. Francisco Niebro, un Poeta Mirandés. Babilónia - Revista Lusófona de Línguas, Culturas e Tradução, [S.l.], n. 06/07, nov. 2009. ISSN 1646-3730. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/babilonia/article/view/898>. Acesso em: 18 apr. 2019.
Secção
Ensaios