José Rodrigues Miguéis: Um Escritor sorri à Tradução - com meia cara

  • Ana Aguilar Franco Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

Palavras-chave: Miguéis, Scott Fitzgerald, Estudos de Tradução, O Grande Gatsby

Key-words: Miguéis, Scott Fitzgerald, Translation Studies, The Great Gatsby

Resumo: A dupla condição do escritor José Rodrigues Miguéis, enquanto português e americano, bem como o facto de ter optado por escrever sempre na sua língua materna, embora radicado nos EUA, desde 1935, torna as suas traduções de obras literárias, de Inglês para Português, num objecto de observação pertinente, no contexto dos estudos de tradução.
A partir da sua tradução do romance The Great Gatsby, de Francis Scott itzgerald, serão observados aspectos no texto de chegada para os quais se procurará apontar as opções tradutórias subjacentes, de acordo com princípios e conceitos da Teoria da Tradução.

Abstract:
The Portuguese and American nationality of the writer José Rodrigues Miguéis as well as his decision to use only his mother tongue in his writing activity, although living in New York since 1935, brings particular insight to his literary translations from English into Portuguese as a research object within the Translation Studies.
In this work, several aspects of Miguéis’s translation of The Great Gatsby, by Francis Scott Fitzgerald, will be highlighted so as to give meaning to his translation options according to the principles and concepts of the Theory of Translation.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
FRANCO, Ana Aguilar. José Rodrigues Miguéis: Um Escritor sorri à Tradução - com meia cara. Babilónia - Revista Lusófona de Línguas, Culturas e Tradução, [S.l.], n. 06/07, nov. 2009. ISSN 1646-3730. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/babilonia/article/view/899>. Acesso em: 22 apr. 2019.
Secção
Ensaios