Musealização em Projectos de Arqueologia Consultiva: Perspectivas Patrimoniais para a Estrada de Ferro Carajás (MA/PA)

  • Maria Carmo Santos

Resumo

Abstract

ln this work I deal with the issue of musealization of archaeological research that is being carried out all over Brazil in the context of Brazilian economic growth and environmental licensing process. I focus my considerations on the adverse impact of  development on the Brazilian Heritage; for it is known that even when issues related to the archaeology research are properly equated, little has been done on matters of collection management, preservation, and promoting heritage, especially for local community. These issues are within the scope of musealization process, which unfolds tensions between heritage preservation and Consulting Archaeology.

I emphasize the understanding of the role that Museology can play in the interfaces between heritage - society - development; and the interdisciplinary perspective for the application of these principles in new musealization processes.

Hence, I begin with the hypothesis that museological process has the potential lo support a positive dialogue between Consulting Archaeology and Society, ensuring strategies of knowledge extroversion and heritage education. Taking into consideration the assumptions of Sociomuseology, I discuss musealization issues posed by archaeological research carried out along the Carajás Railroad, located in the Eastern Brazilian Amazon.

Key words: Sociomuseology - Archaeology's Musealization - Consulting Archaeology Heritage Education - Heritage Preservation

 

Resumo

Discute-se o tema da musealização das pesquisas arqueológicas desenvolvidas no bojo do licenciamento ambiental de projetos desenvolvimentistas, em realização no Brasil. A pesquisa arqueológica realizada no âmbito destes projetos, aqui denominada Arqueologia Consultiva, apresenta diversas facetas; entretanto, as reflexões desta investigação estão centradas no 'problema patrimonial' gerado por estas pesquisas, pois se verifica que, mesmo quando bem equacionadas as questões relativas à pesquisa arqueológica, pouco se propõe para administrar os acervos gerados, para a divulgação dos resultados [principalmente para a comunidade diretamente envolvida - questões estas que estariam no escopo dos processos de musealização -, o que evidencia um campo de tensões entre a Arqueologia Consultiva e a preservação patrimonial. Destacam-se a compreensão do papel que a Museologia pode desempenhar nas interfaces entre património - sociedade - desenvolvimento, e a perspectiva interdisciplinar da aplicação desses princípios em novos processos de musealização. Assim, parte-se da hipótese de que os processos museológicos têm potencialidades para sustentar as interlocuções entre a Arqueologia Consultiva e a Sociedade, garantindo estratégias de extroversão do conhecimento e educação para o património. Considerando os pressupostos da Sociomuseologia, pretende-se discutir a problemática da musealização colocada pelas pesquisas arqueológicas desenvolvidas na região percorrida pela Estrada de Ferro Carajás, situada na Amazónia Oriental brasileira.

 

Palavras-chave: Sociomuseologia - Musealização da Arqueologia - Arqueologia Consultiva - Educação Patrimonial- Preservação Patrimonial

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Jun 26, 2016
Como citar
SANTOS, Maria Carmo. Musealização em Projectos de Arqueologia Consultiva: Perspectivas Patrimoniais para a Estrada de Ferro Carajás (MA/PA). Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 51, n. 7, june 2016. ISSN 1646-3714. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/5496>. Acesso em: 22 mar. 2019.
Secção
Teses & Dissertações concluídas no Dep. de Museologia da ULHT