Editorial

  • Mário Moutinho Departamento de Museologia - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, Portugal

Resumo

O presente volume dos Cadernos de Sociomuseologia aborda várias questões essenciais para o aprofundamento da Museologia que tem por objectivo atuar em favor dos Direitos Humanos.


Trata-se de artigos que mostram diferentes diálogos que se estabelecem entre memória, direitos humanos,  respeito pela diferença, representações sociais, envolvimento comunitário, cultura material e  imaterial. Em cada artigo se sente uma sensibilidade também ela feita de trajectos de vida  diferentes.


Na verdade há décadas que a museologia se renova, procurando estar atenta ao mundo contemporâneo. Anos de resistência tanto quanto de convicção que agora se expressam na Recomendação sobre a proteção e a promoção dos museus e coleções, de sua diversidade e de sua função na sociedade, anunciada pela UNESCO em Novembro de 2015. Neste importante documento é bem explicito que a função social dos Museus é, ou deverá ser, a razão profunda da sua existência, tal como se pretendia na Declaração de Santiago de 1972, ou nos objectivos que se pretendia atingir quando da criação do MINOM. Uma renovação da Museologia que desde 1991 deu forma ao trabalho do nosso Departamento, no qual a Nova Museologia, a Museologia Social, a Altermuseologia, a Museologia Pública, a Sociomuseologia  expressam um entendimento da Museologia  como parte do campo das Ciências Sociais ao serviço da Dignidade Humana.

Publicado
Jul 10, 2017
Como citar
MOUTINHO, Mário. Editorial. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 54, n. 10, july 2017. ISSN 1646-3714. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/5938>. Acesso em: 21 oct. 2017.