As histórias das organizações e o processo de as contar: uma revisão crítica

  • Mary E. Boyce ULHT

Resumo

As histórias contadas nas organizações oferecem aos investigadores e aos especialistas de Desenvolvimento Organizacional um acesso privilegiado à compreensão e à intervenção na(s) cultura(s) de uma organização. Inspirandose em perspectivas teóricas como o construtivismo social, o simbolismo organizacional e a teoria crítica, esta nossa revisão examina alguns estudos fundamentais sobre as histórias das organizações (“organizational stories”) e o processo de contar histórias (“storytelling”), identifica fundamentos multidisciplinares e lança alguns desafios para que mais aplicações do trabalho com histórias venham a ter lugar nas organizações.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
BOYCE, Mary E.. As histórias das organizações e o processo de as contar: uma revisão crítica. Caleidoscópio: Revista de Comunicação e Cultura, [S.l.], n. 3, july 2011. ISSN 1645-2585. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/caleidoscopio/article/view/2212>. Acesso em: 16 june 2019.
Edição
Secção
Artigos