O pensamento proto-nacionalizante de FernandoOliveira eAntónioVieira fundamentos sacralizantes da ideografia da nação portuguesa

  • José Eduardo Franco

Resumo

«A escrita da história assume também uma dimensão profética e entra ao serviço da afirmação de uma consciência nacionalizante; e, através de uma hermenêutica inteligentemente orientada,os escritores/cartógrafos da nacionalidade formulam as suas críticas em relação ao presente e advertem os contemporâneos, em tom profético, em relação aos riscos do futuro. Mas esta nostalgia não se fecha em si própria. Transforma-se em instrumento de combate,de crítica, abrindo para o sentido da esperança no seu intento de desvelamento e antecipação teleológica.»

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Oct 14, 2013
Como citar
FRANCO, José Eduardo. O pensamento proto-nacionalizante de FernandoOliveira eAntónioVieira fundamentos sacralizantes da ideografia da nação portuguesa. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], n. 16-17, oct. 2013. ISSN 2183-3737. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/3831>. Acesso em: 23 may 2019.