De la guerre au massacre - Le “crime” d’inhumanité au milieu du XVIe siècle français

  • David El Kenz

Resumo

Se o massacre é um tratado de história de humanidade, parece que, no contexto dos conflitos religiosos da França do século XVI, o recurso ao massacre se tornou objecto de repulsa, apesar de muito praticado. A partir da análise do dossiê do processo contra os responsáveis do massacre dos Valdenses do Lubéron em 1551, este estudo mostra como o advogado do rei denunciou este “Crime de inumanidade”.
Publicado
Oct 15, 2013
Como citar
KENZ, David El. De la guerre au massacre - Le “crime” d’inhumanité au milieu du XVIe siècle français. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], n. 15, oct. 2013. ISSN 2183-3737. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/3865>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Secção
Parte I - Martírios e Massacres - Fazer da morte uma vitória