A experiência da fé como um meio socializador

  • João Clemente de Souza Neto
  • Márcia Mello Costa de Liberal
  • Yára Schramm

Resumo

Este artigo é resultado de pesquisas sobre a interferência da religião no processo desocialização do sujeito e tem como objetivo mostrar o impacto da opção por Jesus Cristo na vida pessoal e da comunidade. Sua categoria central é o acontecimento: encontro com Jesus. Dentro de um movimento dialético, esse acontecimento transforma o sujeito e a sociedade, faz do crente um protagonista, um sujeito ativo, um produtor de sentidos e valores para sua geração e as futuras. As pesquisas demonstram que basta à pessoa buscar Jesus Cristo e ser por ele desafiada, incomodada, desestabilizada, para que desperte nela a alegria e o entusiasmo de viver as bem-aventuranças. O texto traz dois exemplos selecionados entre as quinze lideranças estudadas, que se declararam seguidoras de Jesus e organizaram uma comunidade cristã católica ou protestante. A metodologia utilizada na pesquisa foi a de estudo de caso.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Oct 16, 2013
Como citar
NETO, João Clemente de Souza; LIBERAL, Márcia Mello Costa de; SCHRAMM, Yára. A experiência da fé como um meio socializador. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], n. 15, oct. 2013. ISSN 2183-3737. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/3875>. Acesso em: 27 june 2019.