O microcosmos da teocracia na antiga Babilónia

  • António Ramos dos Santos

Resumo

O presente texto aborda o problema da estratificação social e funcional no seio dos templos mesopotâmicos. Pretendemos demonstrar que existia uma multiplicidade de funções a que correspondiam múltiplos cargos. A organização social dos santuários era complexa mas historicamente rica. Os templos mesopotâmicos ao longo dos vários períodos da sua história possuíam actividades diversas que podemos considerar como: a função sacerdotal, a função doméstica e a função administrativa. Tal como a sociedade, as suas instuições estavam socialmente estratificadas. É esse fenómeno que exemplificamos a partir das fontes documentais.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Dec 6, 2013
Como citar
SANTOS, António Ramos dos. O microcosmos da teocracia na antiga Babilónia. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], n. 7-8, dec. 2013. ISSN 2183-3737. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/4150>. Acesso em: 24 mar. 2019.