Negação do Ego no budismo chinês ou orientações para uma ética do Budismo Humanista de Taiwan

  • Leandro Durazzo

Resumo

Resumo
Embasando-se em discussões clássicas das Ciências Sociais – como o estudo sobre a noção de
pessoa em Marcel Mauss – este artigo busca traçar um breve roteiro através de dois hemisférios de pensamento, apresentando uma crítica epistemológica à categoria ocidental de pessoa (donde Ego) com respaldo em uma tradição também antiga e em constante desenvolvimento, a saber, o Budismo indiano e seus desdobramentos em China e Taiwan.
Para isso, analisamos elementos do Sutra Diamante e do SatyasiddhiSastra de Harivarman, desembocando num panorama contemporâneo das ordens budistas taiwanesas.
Palavras-chave: Budismo; Noção de pessoa; Ética; China; Taiwan


Abstract
Relying upon some classical debates on Social Sciences, as Marcel Mauss’ notion of person, this paper aims to drawn a brief route through Western and Eastern thoughts, presenting an epistemological critique over Western category of person (whence Ego) from another ancient and constantly-changing tradition, i.e. Buddhism from India to its Chinese and Taiwanese developments. For this purpose, we will briefly review some elements of Diamond Sutra and Harivarman’s SatyasiddhiSastra, making our way through the contemporary landscape of Taiwanese Buddhist orders.
Keywords: Buddhism; Notion of person; Ethics; China; Taiwan

Publicado
Nov 27, 2017
Como citar
DURAZZO, Leandro. Negação do Ego no budismo chinês ou orientações para uma ética do Budismo Humanista de Taiwan. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], v. 1, n. 20, nov. 2017. ISSN 2183-3737. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/6125>. Acesso em: 20 oct. 2018.