A religião e a coisa pública

  • José Brissos-Lino

Resumo

Qual é ou poderá ser a contribuição da religião – em particular a cristã – para a coisa pública? De acordo com algumas perspectivas político-ideológicas, essa possível contribuição será dispensável porque desnecessária, uma vez que a vivência religiosa é remetida automaticamente para a esfera privada ou para o interior dos templos, não encontrando qualquer espaço de expressão e afirmação na vida comunitária. Porém, alguns autores defendem que a liberdade de expressão está ligada à liberdade religiosa. Mas as comunidades locais de fé podem ser particularmente relevantes em vertentes como: ética de vida, socialização, integração e coesão social, desde que levem à prática uma correcta interpretação do conceito de “reino de Deus”.


Palavras-chave: religião, ética, socialização, coesão social, reino de Deus.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Feb 22, 2019
Como citar
BRISSOS-LINO, José. A religião e a coisa pública. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], v. 21, n. 1, p. 95-101, feb. 2019. ISSN 2183-3737. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/6670>. Acesso em: 26 june 2019.