THE INFLUENCE OF RENEWABLE ENERGY IN SMART CITIES. THE EUROPEN PERSPETIVE FOR NEW BUSINESS

  • Ana Pego FCSH - UNL

Resumo

Uma das questões do H2020 é a sustentabilidade das cidades e a pertinência da implementação da economia verde. A funcionalidade das cidades e a mais-valia económica associada a uma valorização dos recursos é considerado um dos vetores de sustentabilidade nas empresas e nos indivíduos. É fundamental definir prioridades de implementação dos vetores de desenvolvimento das cidades com base na perspetiva “verde” de desenvolvimento, quer isto dizer, o aumento do desempenho energético, mobilidade, biodiversidade e utilização da terra, melhor qualidade do ar e ambiente acústico, economia verde, gestão de resíduos sólidos. Nesta perspetiva, constituí objeto de estudo a apresentação da influência das energias renováveis da consecução do objetivo economia verde nas cidades e a implementação de um modelo de negócio “verde”.
Este estudo baseou-se na informação exploratória das “smart cities” da Comissão Europeia, onde a utilização das energias renováveis na cidade são fatores de sucesso.
Os resultados demonstraram que existe uma relação positiva entre a utilização das energias renováveis e o desenvolvimento de negócios associados a bens e serviços nas cidades, tornando-as mais sustentáveis e e amigas do ambiente.
Palavras - Chave: Cidades Sustentáveis, economia verde, energia renovável, sustentabilidade.

Publicado
Sep 18, 2018
Como citar
PEGO, Ana. THE INFLUENCE OF RENEWABLE ENERGY IN SMART CITIES. THE EUROPEN PERSPETIVE FOR NEW BUSINESS. Revista Lusófona de Economia e Gestão das Organizações, [S.l.], v. 1, n. 7, p. 63-70, sep. 2018. ISSN 2183-5845. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/r-lego/article/view/6456>. Acesso em: 13 nov. 2018.
Secção
Artigos