THE INFLUENCE OF RENEWABLE ENERGY IN SMART CITIES. THE EUROPEN PERSPETIVE FOR NEW BUSINESS

  • Ana Pego FCSH - UNL

Resumo

Uma das questões do H2020 é a sustentabilidade das cidades e a pertinência da implementação da economia verde. A funcionalidade das cidades e a mais-valia económica associada a uma valorização dos recursos é considerado um dos vetores de sustentabilidade nas empresas e nos indivíduos. É fundamental definir prioridades de implementação dos vetores de desenvolvimento das cidades com base na perspetiva “verde” de desenvolvimento, quer isto dizer, o aumento do desempenho energético, mobilidade, biodiversidade e utilização da terra, melhor qualidade do ar e ambiente acústico, economia verde, gestão de resíduos sólidos. Nesta perspetiva, constituí objeto de estudo a apresentação da influência das energias renováveis da consecução do objetivo economia verde nas cidades e a implementação de um modelo de negócio “verde”.
Este estudo baseou-se na informação exploratória das “smart cities” da Comissão Europeia, onde a utilização das energias renováveis na cidade são fatores de sucesso.
Os resultados demonstraram que existe uma relação positiva entre a utilização das energias renováveis e o desenvolvimento de negócios associados a bens e serviços nas cidades, tornando-as mais sustentáveis e e amigas do ambiente.
Palavras - Chave: Cidades Sustentáveis, economia verde, energia renovável, sustentabilidade.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Sep 18, 2018
Como citar
PEGO, Ana. THE INFLUENCE OF RENEWABLE ENERGY IN SMART CITIES. THE EUROPEN PERSPETIVE FOR NEW BUSINESS. Revista Lusófona de Economia e Gestão das Organizações, [S.l.], v. 1, n. 7, p. 63-70, sep. 2018. ISSN 2183-5845. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/r-lego/article/view/6456>. Acesso em: 26 june 2019.
Secção
Artigos