Um fotografia europeia

  • Alfredo Margarido ULHT

Resumo

As minhas relações com a obra de F. Nietzsche, começaram relativamente cedo, devido sobretudo aos meus colegas do liceu, atraídos por um diálogo impossível com o Além – o que me levou uma noite a apostar com os meus amigos que atravessaria o cemitério quando soava a meia noite – mantenho o soava por se aparentar mais com Soares de Passos. Nietzsche era o filósofo que fora arrastado pela violência do seu próprio pensamento para o espaço negro da loucura, que nos metia medo, pois essa perda do espírito não podia ser compensada por coisa alguma, só podendo encontrar solução, do nosso ponto de vista, no suicídio. Mas este exigia uma vontade firme que não comprometesse a violência da decisão.
Publicado
Sep 2, 2011
Como citar
MARGARIDO, Alfredo. Um fotografia europeia. Res-Publica - Revista Lusófona de Ciência Política e Relações Internacionais, [S.l.], sep. 2011. ISSN 1646-3862. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/respublica/article/view/2408>. Acesso em: 31 mar. 2017.