Infransons e Ruídos de Baixa Frequência: Quantificação em Diversos Ambientes Rurais e Urbano

  • Mariana Alves-Pereira Faculdade de Ciências e Tecnologias da Saúde - Universidade Lusófona

Resumo

Fontes de ruído de baixa frequência (RBF, <500 Hz) naturais e antropogéncias são ubiquitárias na sociedade
moderna. No entanto, a quantificação e avaliação destes fenómenos acústicos constituem tarefas complexas. Ainda
que a exposição crónica a RBF antropogénico possa comprometer a saúde humana, não foram ainda
internacionalmente aceites níveis de limite de exposição e os níveis basais seguros continuam practicamente por
definir.
O objectivo deste trabalho é de explorar o conteúdo de RBF em diversos locais de acesso comum, tais como
discotecas e bares, restaurantes, paragem de autocarro e estação do metro e ainda em ambientes rurais.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
ALVES-PEREIRA, Mariana. Infransons e Ruídos de Baixa Frequência: Quantificação em Diversos Ambientes Rurais e Urbano. Revista Lusófona de Ciências e Tecnologias da Saúde, [S.l.], n. 1, may 2010. ISSN 1646-3854. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/revistasaude/article/view/1237>. Acesso em: 26 mar. 2019.
Edição
Secção
Ciências Biomédicas / Biomedical Sciences

Palavras-chave

espectro acústico, ocupacional, ambiental, exposição ao ruído, doença vibroacústica