ENTREVISTA AO NOVO REITOR DA UNIVERSIDADE LUSÓFONA DO PORTO

  • Fernando Santos Neves Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

Natural de Foz do Sousa, distrito do Porto, Fernando dos Santos Neves é doutor em Filosofia e em Ciências Sociais Aplicadas na especialidade de Pensamento Contemporâneo e director da Unidade de Estudos e Investigação “Ciência, Tecnologia e Sociedade”; foi Professor de Ciências Políticas na Universidade de Paris e na Universidade Nova de Lisboa; fundou as “Semanas Portuguesas de Teologia”, as “Semanas Sociológicas”, a “Sociedade Africanológica de Língua Portuguesa (SALP)” e a “Associação dos Cientistas Sociais do Espaço Lusófono (ACSEL)”; estruturou nas Universidades Portuguesas a disciplina “IPC – Introdução ao Pensamento Contemporâneo”, na linha da emblemática sentença de Abel Salazar: “Um médico que só sabe de medicina nem de medicina sabe!” e lançou o epistemema “Ruptura Epistemológica Primordial” (REP) como “a passagem de uma concepção monoparadigmática e reducionista a uma concepção pluriparadigmática e aberta do próprio conceito de ciência”; publicou diversas obras no âmbito dos Estudos Teológicos, dos Estudos Africanos, dos Estudos Lusófonos, dos Movimentos de Libertação e do Ecumenismo Universal; criou a “Editorial Colóquios (Luanda, 1968), as “Edições ETC” (Paris, 1973) e as “Edições Universitárias Lusófonas” (Lisboa, 1992) bem como a “REVISTA LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS”, a “RES-PUBLICA, Revista Lusófona de Ciência Política”, a “CAMPUS SOCIAL, Revista Lusófona de Ciências Sociais Aplicadas” e a “KAIROS, Revista Euro- Lusófona do Pensamento Contemporâneo” (em preparação); nas “Onze Teses sobre o Ensino Superior em Portugal e no Espaço Lusófono”, divulgou o conceito de “Ensino Superior como Ensino Universal, Obrigatório e Gratuito e como a alfabetização própria do nosso tempo e o motor essencial do desenvolvimento humano das Sociedades”; é considerado o pai teórico da “Lusofonia” (cuja palavra terá feito entrar nos dicionários de Língua Portuguesa) e o apóstolo-mor da “Declaração de Bolonha” em Portugal; é o autor da “Declaração de Luanda” (Abril 2002) para a criação do “Espaço Lusófono do Ensino Superior” (ELES), à imagem e em parceria com o “Espaço Europeu do Ensino Superior” (EEES);
Como citar
SANTOS NEVES, Fernando. ENTREVISTA AO NOVO REITOR DA UNIVERSIDADE LUSÓFONA DO PORTO. Revista Lusófona de Humanidades e Tecnologias, [S.l.], n. 12, nov. 2009. ISSN 1646-4028. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/rhumanidades/article/view/1003>. Acesso em: 28 july 2017.
Secção
Documentos Académicos - Institucionais