Complexo Gengivite-Estomatite-Faringite felino - A doença e o diagnóstico

  • Bárbara Santos Departamento de Ciências Veterinárias, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Quinta de Prados, 5000-801 Vila Real, Portugal
  • João Requicha CBIOS/Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Campo Grande, 1749-024 Lisboa, Portugal
  • Maria dos Anjos Pires Departamento de Ciências Veterinárias, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Quinta de Prados, 5000-801 Vila Real, Portugal
  • Carlos Viegas Departamento de Ciências Veterinárias, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Quinta de Prados, 5000-801 Vila Real, Portugal

Resumo

O Complexo Gengivite-Estomatite-Faringite Felino é uma doença frequente nestes animais e caracteriza-se por uma intensa inflamação da cavidade oral e das gengivas. Afeta, principalmente, gatos adultos com cerca de 8 anos de idade, não havendo predisposição sexual. A etiologia não é claramente conhecida, mas suspeita-se que determinadas bactérias, alguns vírus, a alimentação, o ambiente e episódios de stresse, ou uma conjugação destes fatores com fatores genéticos, estejam na origem desta doença. Atualmente, crê-se que a causa mais importante seja o calicivírus felino. Os sinais clínicos mais frequentemente visualizados são inapetência, disfagia, anorexia, ptialismo, halitose e perda de peso. Para a obtenção do diagnóstico definitivo realiza-se a pesquisa de calicivírus por PCR (reação em cadeia da polimerase) e a eletroforese de proteínas para evidenciação de gamopatia policlonal.

Publicado
Dec 19, 2016
Como citar
SANTOS, Bárbara et al. Complexo Gengivite-Estomatite-Faringite felino - A doença e o diagnóstico. Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária, [S.l.], v. 8, p. 18-27, dec. 2016. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/rlcmv/article/view/5705>. Acesso em: 21 oct. 2017.
Edição
Secção
Revisões Bibliográficas