A autoaprendizagem no ensino superior e a aprendizagem baseada na resolução de problemas: perspetivas e questões

  • Rui Trindade Universidade do Porto

Resumo

Este é um texto que foi construído a partir da análise de conteúdo de 37 artigos publicados, entre 2000 e 2010, em seis revistas científicas de ampla difusão na comunidade académica internacional que abordam o modelo da Aprendi- zagem Baseada na Resolução de Problemas (ABRP). Foi a partir dessa análise que se refletiu sobre a autoaprendizagem como objetivo da ABRP e o papel dos professores neste âmbito, dada a valorização do protagonismo e da autonomia dos estudantes como condição pedagógica a respeitar e objetivo a perseguir no âmbito de um tal modelo de formação. Sendo duas problemáticas correlacionadas entre si, pretendeu-se compreender qual a leitura que os artigos propunham sobre as mesmas, identificando as zonas de consenso e de tensão, de forma a poder discutir-se: (i) se a valorização da autoaprendizagem pode contribuir para afirmar a autossuficiência cultural e educativa dos estudantes ou para justificar outros modos de relacionamento entre estes e os desafios formativos das respetivas áreas de formação e (ii) se a ação docente no âmbito da ABRP é incompatível com o desenvolvimento do protagonismo pedagógico e a autonomia dos estudantes ou, pelo contrário, permite potenciar um tal protagonismo e uma tal autonomia.

Palavras-chave: aprendizagem baseada na resolução de problemas; pedagogia no ensino supe- rior; autoaprendizagem.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Nov 1, 2014
Como citar
TRINDADE, Rui. A autoaprendizagem no ensino superior e a aprendizagem baseada na resolução de problemas: perspetivas e questões. Revista Lusófona de Educação, [S.l.], v. 27, n. 27, nov. 2014. ISSN 1646-401X. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/4829>. Acesso em: 20 july 2019.