A Alteração do Espaço e Quotidiano Citadino: o Operario do Porto Oitocentista

  • Célia Taborda

Resumo

A cidade do Porto oitocentista é um espaço de industrialização, modernização, crescimento populacional e urbano, mas é também um espaço de assimetrias económicas e sociais. A era industrial fez aumentar o número de burgueses ricos e criou uma nova classe, o operariado, acabando por gerar uma “cidade escondida” dominada pelos operários, que vivia no mesmo espaço citadino mas ao mesmo tempo era excluída dele, gerando situações de tensão e conflito que se exteriorizarão com grande acuidade nas últimas décadas do século XIX através de manifestações e greves.

Palavras-chave: cidade, Porto, operários, industrialização



The city of Porto in the nineteenth-century is an area of industrialization, modernization, population and urban growth, but it is also an area of economic and social disparities. The industrial age led to the increase of the number of rich bourgeois and created a new social class, the factory workers, eventually generating a “hidden city” dominated by the workers, who lived in the same city space but at the same time were excluded from this same space, generating situations of tension and conflict often exteriorized in the last decades of the nineteenth century through demonstrations and strikes.

Keywords: city, Porto, factory workers, industrialization
Publicado
Nov 26, 2013
Como citar
TABORDA, Célia. A Alteração do Espaço e Quotidiano Citadino: o Operario do Porto Oitocentista. Babilónia - Revista Lusófona de Línguas, Culturas e Tradução, [S.l.], n. 12, nov. 2013. ISSN 1646-3730. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/babilonia/article/view/4103>. Acesso em: 22 oct. 2019.
Secção
Cidade, Historia e Cultura