A paixão religiosa de Saramago

  • Waldecy Tenório

Resumo

O Evangelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago, é de 1991. Nesse mesmo ano, Juan Luis Segundo publica La historia perdida y recuperada de Jesus de Nazaret. Mais do que a coincidência de datas, o que chama atenção nesses dois livros é o diálogo secreto que eles travam entre si. O teólogo escreve para o “ateu potencial”, aquele que é capaz de colocar certos valores humanos acima dos valores religiosos. Por que essa preferência? Porque só um “ateu potencial” – diz Segundo – pode reconhecer a importância e o significadode Jesus. Em que pese o paradoxo, não é precisamente esse o caso de Saramago? Não é ele, apesar dele, esse “ateu potencial”?

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Nov 13, 2013
Como citar
TENÓRIO, Waldecy. A paixão religiosa de Saramago. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], n. 11, nov. 2013. ISSN 2183-3737. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/4065>. Acesso em: 15 sep. 2019.