Herdeiros das identidades religiosas - Percursos juvenis contrastados entre as permanências e as inovações

  • Maria Engrácia Leandro

Resumo

No que se refere aos jovens, como noutros domínios da existência, em termos de transmissão-reelaboração  das identidades, enveredam também por processos de socialização secundária, uma vez que se afiguram menos enleados por mecanismos de reprodução do idêntico e se tornam mais em sujeitos-autores do seu devir humano e espiritual. É assim no interior da família, da escola, da profissão e as identidades religiosas também não parecem escapar a este fenómeno. Nesta perspectiva,os jovens e mesmo os adultos não deixam de se re-construir em permanência.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Jul 24, 2014
Como citar
LEANDRO, Maria Engrácia. Herdeiros das identidades religiosas - Percursos juvenis contrastados entre as permanências e as inovações. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, [S.l.], n. 2, july 2014. ISSN 2183-3737. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cienciareligioes/article/view/4647>. Acesso em: 23 aug. 2019.
Secção
Parte I: Gerações, valores e identidades religiosas