Jogos Olímpicos – uma Perspetiva Histórica: As Grandes Linhas Ideológicas de Orientação Estratégica do COI.

  • Alcides Vieira Costa Universidade Lusíada de Lisboa
  • Gustavo Pires Universidade Técnica de Lisboa
  • Alberto Reppold Filho Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: política, comercialismo, profissionalismo, gigantismo, desenvolvimento humano.

Resumo

O presente estudo apresenta os resultados de uma análise de conteúdo documental de cunho qualitativo na perspetiva sócio-histórica. O objetivo foi identificar quais foram as grandes linhas ideológicas de orientação estratégica do Comité Olímpico Internacional (COI) no período que decorreu entre os Jogos Olímpicos (JO) de Atenas (1896) e os de Pequim (2008). Os documentos analisados foram as Atas das Sessões do COI realizadas entre 1894 e 2008. A investigação teve como resultado a identificação de quatro grandes linhas ideológicas de orientação estratégica: 1) o amadorismo / profissionalismo; 2) o comercialismo; 3) o desenvolvimento humano; e 4) a política. Os resultados indicam que o amadorismo no desporto tinha que ser abandonado e o profissionalismo assumido como uma adequada estratégia de desenvolvimento. O comercialismo deveria ser assumido como um instrumento de gestão para obter receitas para o desenvolvimento do desporto. O desenvolvimento humano ser considerado como uma linha ideológica que permeou adequadamente a história do COI. As questões políticas, assumidas como de vital importância para projetar o COI rumo a um futuro melhor. Por fim, concluímos que o Olimpismo deve ser considerado como um catalisador de mudanças e de grandes transformações sociais ao serviço do desenvolvimento humano através da estratégia político-ideológica do soft power.

Biografias Autor

Alcides Vieira Costa, Universidade Lusíada de Lisboa
Professor Auxiliar na Universidade Lusíada de Lisboa.
Gustavo Pires, Universidade Técnica de Lisboa
Professor Catedrático na Universidade Técnica de Lisboa.
Alberto Reppold Filho, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Professor Associado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Publicado
2014-12-19