Modernismo e sustentabilidade: os conjuntos urbanos de Santo António dos Cavaleiros e da Portela (Loures)

  • Pedro Afonso Fernandes Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

RESUMO

Numa conjuntura de plena afirmação de Lisboa enquanto região metropolitana, é premente reflectir em torno de um passado recente, que legou vários exemplos de conjuntos urbanos modernos paradigmáticos. Não se pretende colocar em causa os múltiplos factores de não sustentabilidade ambiental e social que a cidade moderna encerrava, em particular quando assumiu a forma de grandes conjuntos urbanos típicos das décadas de 1960 e 1970, mas identificar e ilustrar através de dois casos concretos – urbanizações de Santo António dos Cavaleiros e da Portela de Sacavém, ambas localizadas no concelho de Loures – algumas características do Urbanismo Moderno que permanecem actuais no quadro do planeamento e do desenvolvimento sustentável, para além dos aspectos menos conseguidos.

Publicado
May 10, 2012
Como citar
AFONSO FERNANDES, Pedro. Modernismo e sustentabilidade: os conjuntos urbanos de Santo António dos Cavaleiros e da Portela (Loures). Malha Urbana - Revista Lusófona de Urbanismo, [S.l.], n. 12, may 2012. ISSN 1646-3765. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/malhaurbana/article/view/2889>. Acesso em: 13 dec. 2019.