Desafios e oportunidades do planeamento de emergência

  • Manuel João Ribeiro Diretor do Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Cascais

Resumo

Abordar o tema do planeamento de emergência é, desde logo, um desafio e uma oportunidade para se poder refletir em torno de um processo que, reunindo uma quase unanimidade em relação à sua importância no setor da proteção civil, ainda evidencia amplas e significativas carências. Em primeiro lugar, poder-se-ia começar por estabelecer a distinção entre planeamento e planos, tantas vezes confundidos com as inerentes consequências ao nível da organização, preparação e reposta de emergência. Se, como é comummente aceite, os planos são documentos formais, o planeamento é um processo que não se esgota nos planos. Esta distinção é decisiva para o modo como se encara esta e outras atividades da nossa existência e, por maioria de razão, para a segurança e a proteção civil.
Publicado
2013-06-20
Edição
Secção
Artigos