Fontes de Pressão no Emprego e Seu Potencial Impacto na Qualidade Vida de Fisioterapeuras

  • Mário José Baptista Universidade da Beira interior -Dep Gestão e Economia
  • Elisa Pedro Tavares
Palavras-chave: Fontes de pressão, Stress profissional, qualidade de vida, fisioterapeutas

Resumo

O objectivo deste artigo é demonstrar que as fontes de pressão no emprego podem ter um impacto potencial na qualidade de vida em fisioterapeutas. Para alcançar este objectivo recorreu-se a um tipo de investigação descritivaexploratória e transversal. Os instrumentos de recolha de dados utilizados foram a Escala SF-36 e a Escala de Fontes de Pressão no Emprego, cuja aplicação incidiu sobre 93 fisioterapeutas a exercerem funções em Hospitais portugueses. Neste estudo, verificou-se que as fontes de pressão no emprego têm um impacto na qualidade de vida (funcionamento físico, desempenho físico, dor corporal, saúde geral, vitalidade, função social, desempenho emocional e saúde mental) dos fisioterapeutas estudados. Os resultados obtidos e posteriores conclusões implicam ainda que se continue a dar mais atenção aos factores que podem interferir na qualidade de vida dos fisioterapeutas, para que estes possam prestar cuidados de saúde com qualidade.
Publicado
2010-01-22
Edição
Secção
Saúde e Sociedade / Health and Society