Estudo Sobre o Impacto de Diferentes Apósitos no Restabelecimento Funcional da Pele

  • Madalena Pereira UDE - FCTS - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
  • Luis Monteiro Rodrigues Lab. de Fisiologia Experimental - Universidade de Lisboa (Fac. de Farmácia)
Palavras-chave: Oclusão, reparação, “barreira” cutânea, Lauril sulfato de Sódio, Apósito

Resumo

O aumento do conhecimento fisipatológico do processo de cicatrização das lesões e suas condicionantes levou progressivamente a uma evolução no fabrico de apósitos, proporcionando a existência no mercado de uma grande variedade de novos materiais indicados no tratamento quer das lesões agudas quer das lesões crónicas.Aoclusão da lesão ao promover um ambiente húmido facilita a reparação da integridade cutânea a qual visa, essencialmente, a recuperação das propriedades de “barreira” e que podem ser quantitativamente abordadas por diferentes técnicas não invasivas. O presente trabalho tem como objectivo avaliar o impacto da utilização de quatro apósitos diferentes sobre a reparação da função de “barreira” da pele utilizando para o efeito um micromodelo de estudo de lesão in vivo. As variáveis escolhidas, obtidas por meios não-invasivos, foram a perda trans-epidérmica de água, o eritema e a microcirculação local. Os resultados observados sugerem uma recuperação da função de “barreira” mais rápida nos sítios tratados com os apósitos de hidroxipoliuetano e de ácido hialurónico, ilustrando objectivamente a importância da oclusão na recuperação da integridade cutânea.
Edição
Secção
Ciências Biomédicas / Biomedical Sciences