COMPARAÇÃO DO ÍNDICE DE KI-67 OBTIDO ATRAVÉS DE CONTAGEM MANUAL E DE ANÁLISE AUTOMATIZADA (IMMUNORATIO) EM AMOSTRAS DE TUMORES MAMÁRIOS CANINOS, CARCINOMAS MAMÁRIOS FELINOS E MASTOCITOMAS

Resumo

O Ki-67 trata-se de uma proteína nuclear expressa em todas as fases do ciclo celular, excepto na fase de repouso, utilizada como marcador de prognóstico em vários tumores.

A contagem manual é um método amplamente utilizado para avaliar o índice de Ki-67, no entanto é moroso e pouco prático. Com este estudo, pretendeu-se comparar a contagem manual com a análise automatizada (ImmunoRatio) no cálculo do índice de Ki-67, definir a melhor metodologia para a análise de amostras através do plug-in ImmunoRatio e ainda verificar a capacidade do ImmunoRatio na análise de imagens de menor ampliação (50x). Foram analisadas um total de 18 amostras (2 mastocitomas, 11 carcinomas mamários felinos e 5 tumores mamários caninos). Em amostras homogéneas foram selecionados cinco campos aleatórios e, em amostras heterogéneas, três campos aleatórios e três campos com um elevado número de células Ki-67-positivas (hotspots).  Verificou-se uma correlação forte, positiva e estatisticamente significativa e uma concordância quase perfeita entre a contagem manual e as diferentes análises realizadas no plug-in ImmunoRatio (ImmunoRatio 200x sem estroma, ImmunoRatio 400x sem estroma e ImmunoRatio 200x com estroma). O estudo sugere ainda que a utilização do plug-in em imagens de menor ampliação (50x) permite obter resultados idênticos à média das contagens manuais da mesma amostra.

Pode assim concluir-se que a utilização do ImmunoRatio pode ser uma alternativa viável e rápida à contagem manual. No entanto, sugere-se que nos casos em que se obtenham valores próximos dos valores limite indicativos de agressividade, se reconfirme com a contagem manual.

Publicado
2020-01-27
Secção
Artigos Originais