O NOVO MUSEU DAS GENTES BRASILEIRAS : CRIAÇÃO , RECONHECIMENTO E SUSTENTABILIDADE DOS PROCESSOS MUSEOLÓGICOS COMUNITÁRIOS

  • Odalice Miranda Priosti Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
  • Hugues De Varines Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

Abordam-se questões teóricas e práticas inerentes aos processos museológicos de claro perfil comunitário, onde os museus podem ser entendidos como criações autênticas de comunidades, no seu trabalho de construção e sustentação de sua memória social. No contexto do panorama diversificado das museologias sociais , comunitárias, territoriais e ecomuseologia na contemporaneidade, propõe-se a profissionalização de responsáveis por museus locais, ecomuseus e museus comunitários pela oferta de capacitação em cursos ou oficinas e a inclusão gradativa da Museologia Comunitária nas graduações, especializações e cursos de extensão , apostando no jogo da formação e da qualificação das comunidades que desejam gerir seus museus e assim “ agarrar a mudança”.

 

PALAVRAS-CHAVE ecomuseu - museu comunitário - mudança - sustentabilidade - desenvolvimento – profissionalização

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
PRIOSTI, Odalice Miranda; DE VARINES, Hugues. O NOVO MUSEU DAS GENTES BRASILEIRAS : CRIAÇÃO , RECONHECIMENTO E SUSTENTABILIDADE DOS PROCESSOS MUSEOLÓGICOS COMUNITÁRIOS. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 28, n. 28, july 2009. ISSN 1646-3714. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/512>. Acesso em: 27 may 2018.