O PAPEL DA MULHER NA HISTÓRIA: UMA PERSPECTIVA CRISTÃ

  • Marlon Ronald Fluck

Resumo

Este ensaio procura interpretar o papel desempenhado pela mulher no decorrer da história da humanidade a partir de uma perspectiva cristã. O método utilizado entende que a postura cristã deve ser entendida dentro do contexto da época. Por isto, o autor descreve primeiramente as manifestações de filósofos gregos, dos pensadores romanos por meio do Direito Romano e da proposta religiosa do Mitraísmo, do Gnosticismo e do Montanismo, duas correntes religiosas heterodoxas com relação ao Cristianismo.

Abordando especificamente as práticas cristãs, o artigo mostra a acomodação vivenciada com relação à cultura do contexto. Para fora do universo de influência greco-romana, as mulheres desempenharam papel central na expansão do Cristianismo, o que é exemplificado com a experiência franco-sálica. São mencionadas várias experiências históricas em que as mulheres se destacaram em tarefas acadêmicas até se chegar ao período das assim chamadas “doutoras da igreja”, nos séculos XII e XIII. A Renascença é apontada como período em que a mulher retornou à atuação somente voltada para o âmbito doméstico. Somente no século XVII vão começar a surgir esparsas mostras da possibilidade da igualdade.

Concluindo seu estudo, o autor apresenta desafios para os movimentos evangélicos brasileiros e portugueses, tanto no campo da prática de uma ética relacionada à mulher, como também no que respeita às práticas históricas que mereceriam ser aprofundadas.

Palavras-chave: História do Cristianismo, Mulher, Ética Social, Igreja e Sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-12-28
Como Citar
Fluck, M. R. (2021). O PAPEL DA MULHER NA HISTÓRIA: UMA PERSPECTIVA CRISTÃ. Ad Aeternum, 1(3), 51-70. Obtido de https://revistas.ulusofona.pt/index.php/adaeternum/article/view/8031