A VIOLÊNCIA NOS ESCRITOS BÍBLICOS

Em torno do hérem deuteronomista

  • Porfírio Pinto
Palavras-chave: Bíblia, Deus, violência

Resumo

A Bíblia, nomeadamente o Antigo Testamento, tem textos de uma violência insuportável. Já na Antiguidade, Marcião não queria nada com o Deus veterotestamentário, que ordenava a Abraão que matasse o seu próprio filho, ou aos israelitas que exterminassem os cananeus ou os amalecitas. O Abbé Pierre, há trinta anos atrás, referia-se às conquistas de Josué como o “primeiro genocídio”. Se entendermos essas narrativas como textos históricos, então, temos de concordar que a Bíblia é “um manual de maus costumes” (José Saramago). Todavia, hoje, temos cada vez mais consciência de estar perante textos de propaganda, textos retóricos ao serviço de uma ideologia, em confronto com outras, e é através desse conjunto heterogéneo que Deus “fala”.

Palavras-chave: Bíblia, Deus, violência.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-12-28
Como Citar
Pinto, P. (2021). A VIOLÊNCIA NOS ESCRITOS BÍBLICOS: Em torno do hérem deuteronomista. Ad Aeternum, 1(3), 221-234. Obtido de https://revistas.ulusofona.pt/index.php/adaeternum/article/view/8034