JOSEPH DE MAISTRE (1753-1821): O PROFETA DO CRISTIANISMO TRANSCENDENTE

  • Vítor Rosa CeiED/ULHT
Palavras-chave: Cristianismo. Oração. Pecado original. Redenção. Maçonaria.

Resumo

Autor de Considérations sur la France (1797), o Pape (1819) e as Soirées de Saint-Pétersbourg (1822), o pensamento de Joseph de Maistre (1753-1821) continua a ser polémico e controverso. Diplomata, maçom e católico, com caráter firme, foi um dos mais influentes do pensamento contrarevolucionário no período da Revolução Francesa (1789-1799). Em 1792, deixa a sua terra natal (Chambéry) e ruma em direção do exílio. Defende o retorno da Monarquia Absoluta. Com base numa análise documental e de arquivos disponíveis, neste artigo procuramos refletir sobre o seu pensamento de Maistre, sobretudo sobre a oração, o pecado original e a redenção. A sua fidelidade maçónica e sua frequência com os “Iluminados” permitiram-lhe perseguir o seu ideal de renovação religiosa e de unidade eclesiástica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2023-01-12
Como Citar
Rosa, V. (2023). JOSEPH DE MAISTRE (1753-1821): O PROFETA DO CRISTIANISMO TRANSCENDENTE. Ad Aeternum, 1(5), 113-130. Obtido de https://revistas.ulusofona.pt/index.php/adaeternum/article/view/8068