INTRODUÇÃO

  • Judite Primo Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

O objectivo do presente estudo é conceptualizar e contextualizar a problemática que comporta um ecomuseu, através de um caso específico que é o Projecto para a criação do Ecomuseu da Murtosa. Procuraremos, no âmbito da teoria museológica, analisar e discutir o «Projecto para o Ecomuseu da Murtosa», elaborado pelo Centro de Estudos de Sociomuseologia1 da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias em colaboração com a Geoideia, Estudos de Organização do Território, Lda. e entregue à Câmara Municipal da Murtosa em Janeiro de 2000.

O projecto foi solicitado pela Câmara Municipal da Murtosa com o objectivo de não só promover uma actividade cultural importante para a comunidade local, mas também contribuir para a criação de condições materiais susceptíveis de desenvolver as actividades turísticas da Ria de Aveiro, revertendo e focalizando o potencial global da Ria para o Concelho da Murtosa.

O trabalho entregue à Câmara Municipal da Murtosa era um documento sucinto e do qual não constava a conceptualização, mas tão somente, as opções tomadas. Naturalmente que estas opções tiveram por base o conhecimento e o uso, por parte da equipa, da teoria museológica contemporânea.

O nosso interesse pelo projecto deve-se ao seu carácter original, na medida em que toda a programação assenta na concepção do museu como entidade prestadora de serviço, actuando no âmbito do desenvolvimento local, entendido não apenas como o desenvolvimento patrimonial, mas também como desenvolvimento socioeconómico no seu todo.

             Na verdade, estamos em presença daquilo que hoje em dia se reconhece, no quadro do pensamento museológico contemporâneo, como o cerne da função social do museu e da museologia social.
Como citar
PRIMO, Judite. INTRODUÇÃO. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 30, n. 30, june 2009. ISSN 1646-3714. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/460>. Acesso em: 22 jan. 2019.

Leia mais artigos do mesmo autor(s)

1 2 > >>