Trabalho e precarização nos museus brasileiros: uma análise introdutória

  • Wagner Miquéias Professor efetivo da Coordenadoria Especial de Museologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Bacharel em Museologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Mestre em Ciências Sociais, Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pelo CPDA/UFRRJ.

Resumo

Resumo:

Este estudo é uma reflexão inicial sobre a situação do trabalhador museólogo no Brasil e está nos marcos da Sociologia do Trabalho. Utilizo dados da pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), Museus em Números, para visualizar a situação dos museólogos nas instituições museológicas brasileiras, localizando tal situação num cenário econômico nacional e internacional. Desenvolvo uma breve incursão nas reflexões contemporâneas sobre o mundo do trabalho e suas transformações, pretendendo, com isso, escolher certas categorias para caracterizar os museólogos e compreendê-los no mundo de trabalho. Privilegiarei, aqui, os estudos dos sociólogos brasileiros Ricardo Antunes e Ruy Braga e do economista inglês Guy Standing, pois tratam do tema da precarização do trabalho combinando os referenciais da Economia Política e da Sociologia do Trabalho.

Palavras-chave: museólogos, museus, precarização, precariado, trabalho.

 

Abstract:

This study is an initial reflection on the situation of museologists workers in Brazil and is within the framework of the Labour Sociology. Use data from the survey conducted by the Brazilian Institute of Museums (IBRAM), Museums in Numbers, to view the status of museologists in museums institutions, locating such a situation a national and international economic scenario. Develop a brief foray into contemporary reflections on the world of work and its transformations, intending choose certain categories to characterize the museologists and understand them in the world of work. Will privilege studies of Brazilian sociologists Ricardo Antunes and Ruy Braga and English economist Guy Standing, because dealing with the issue of precarious work combining the references of Political Economy and Labour Sociology.

Keywords: museologists, museums, precarization, precariat, work.

Publicado
Jun 26, 2016
Como citar
MIQUÉIAS, Wagner. Trabalho e precarização nos museus brasileiros: uma análise introdutória. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], n. 8, june 2016. ISSN 1646-3714. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/5503>. Acesso em: 26 june 2017.