Museologia e Comunidades LGBT: mapeamento de ações de superação das fobias à diversidade em museus e iniciativas comunitárias do globo

  • Jean Baptista
  • Tony Noita

Resumo

O presente artigo é etapa do projeto Memória LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e pessoas trans), responsável pelo mapeamento e análise das principais ações existentes em museus e iniciativas comunitárias da Europa, Américas, África, Ásia e Oceania. Por meio de visitas técnicas, entrevistas não-diretivas (presenciais ou virtuais), publicações da Revista Memória LGBT, pesquisas bibliográficas e consultas a sites oficiais, o mapeamento se propõe a indicar limites e possibilidades que se apresentam ao campo museológico mediante a inclusão de uma minoria presente em todos os continentes. Esta invisibilidade museal, favorece o esquecimento e consequentemente fortalece as fobias à orientaçãosexual e identidade de gênero. Ao analisar as técnicas de preservação, o conteúdo expositivo de cada proposta mapeada, bem como sua ausência em amplos territórios, procura-se indicar estratégias encontradas na construção de uma memória LGBT global. Problematiza-se, com isso, a democratização da memória e conteúdos manifestos em museus, iniciativas comunitárias ou políticas museais interessadas na conquista de direitos civis e na superação de fobias à diversidade sexual/afetiva.


Palavras-chave: LGBT, Diversidade, Museologia Social

Publicado
Jul 11, 2017
Como citar
BAPTISTA, Jean; NOITA, Tony. Museologia e Comunidades LGBT: mapeamento de ações de superação das fobias à diversidade em museus e iniciativas comunitárias do globo. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 54, n. 10, july 2017. ISSN 1646-3714. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/5948>. Acesso em: 21 oct. 2017.