MUSEU: CENTRO DE EDUCAÇÃO COMUNITÁRIA OU CONTRIBUIÇÃO AO ENSINO FORMAL?

  • Maria Célia Teixeira Moura Santos Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

É com imensa satisfação que participo do I Simpósio sobre Museologia, na UFMG. Com a realização deste evento, pude constatar o entusiasmo e a garra dos profissionais que tiveram a iniciativa de instalar, nesta Universidade, O Museu de Ciências Morfológicas, que tem como objetivo, democratizar o ensino, abrir as fronteiras da Universidade, incentivar a realização de ações de ensino, pesquisa e extensão, de forma integrada, em diferentes níveis de ensino.

Parabenizo, pois, a iniciativa, principalmente, por ter sido gestada por profissionais da área das ciências médicas, que muitas vezes nos fazem sentir como “pobres mortais”, diante da sapiência daqueles que dominam o nosso corpo e o analisam como um “ objeto à parte,” sem a devida contextualização, sobretudo, dos aspectos culturais. Com certeza, o Museu de Ciências Morfológicas da UFMG irá colaborar, efetivamente, com a necessária “humanização” da área médica, e para a indispensável integração entre a Universidade e a Comunidade.

Como citar
SANTOS, Maria Célia Teixeira Moura. MUSEU: CENTRO DE EDUCAÇÃO COMUNITÁRIA OU CONTRIBUIÇÃO AO ENSINO FORMAL?. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 18, n. 18, june 2009. ISSN 1646-3714. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/361>. Acesso em: 14 oct. 2019.