A crise de identidade do museu: Ensaio sobre o “ser ou não ser” dos museus.

  • Nilo Cerqueira Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

É importante para a museologia, para os museus e principalmente para os visitantes, definir conceitos acerca da função social do museu e do museu enquanto organização.Para os museus é importante do ponto de vista de suas delineações de atuação e modalidades de dialogo. Para a Museologia tem valor, pois lhe atribui à missão de frequentemente propor novas diretrizes e momentos para aperfeiçoar a relação do museu com a sociedade. E por fim, para o visitante, pois é o motivo pelo qual a natureza do museu se torna concreta.Um simples passeio na guideline na história do advento museu, e é possível notar as dissonâncias entre Teoria, do grego θεωρία, é o conhecimento descritivo puramente racional. No decorrer dessas linhas, poderemos notar, sob o espectro do branding, as diversas inconsistências entre a teoria e a prática, entre o racional e o emocional, entre o ser o que querer ser, nas várias imagens <<posicionamentos>> ao longo desse trajeto ou ainda como o artigo se propõe, entre, o ser ou não ser dos museus.


Palavras-chaves: Museu, Museologia, Branding, Sociomuseologia, Posicionamento.


 

Publicado
Jun 24, 2014
Como citar
CERQUEIRA, Nilo. A crise de identidade do museu: Ensaio sobre o “ser ou não ser” dos museus.. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 45, n. 1, june 2014. ISSN 1646-3714. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/4518>. Acesso em: 17 oct. 2019. doi: http://doi.org/10.36572/csm.2013.vol.45.05.