Estratégias museológicas participativas: refletindo e atuando em Sociomuseologia

  • Raquel Janeirinho Técnica Superior de Antropologia da Câmara Municipal de Peniche

Resumo

Resumo

O presente texto baseia-se nas conclusões da dissertação de Mestrado em Museologia que teve como enfoque o trabalho de campo desenvolvido numa freguesia do concelho de Peniche, Portugal, com base num projeto designado ‘Inventário Participativo do Património Cultural de Atouguia da Baleia’ (IP), associado a um polo museológico então em fase de implementação.

Nesse projeto de investigação-ação, diferentes perspetivas de áreas disciplinares distintas contribuíram, com o seu enquadramento teórico e as suas metodologias de ação, para a seleção de estratégias e direcionamento dos trabalhos desenvolvidos no terreno.

Reflete-se, neste artigo, sobre a importância do princípio da participação em Sociomuseologia; sobre a ação museológica de inventariação, com destaque para o Inventário Participativo, considerando o necessário reconhecimento e apropriação das referências patrimoniais por parte da comunidade; sobre a premência de uma reflexão dialógica, onde teoria e prática se interligam e consubstanciam; sobre a mais-valia que a interdisciplinaridade tem para a Sociomuseologia; sobre a forma como sequências de métodos participativos contribuem para um maior conhecimento do terreno em causa e para o fortalecimento da ligação museu-comunidade-território; e sobre a educação patrimonial como esteio de cidadania, desenvolvimento e valorização do património cultural.

Palavras-chave: Inventário Participativo, Sociomuseologia, Património Cultural, Memória Coletiva, Desenvolvimento e participação comunitária.

 

Abstract

This paper is based on my Master Dissertation, which is focused on a fieldwork carried out in a parish of Peniche, Portugal, based on a project designated 'Participatory Inventory of Cultural Heritage of Atouguia da Baleia’, associated with the implementation of a museum. It has as objective the inventory of cultural heritage in the different localities of this region, the strengthening of the relation museum-population and the recognition by the community of their assets, concerning the relationship between heritage and development. Developed as an action research project, this study was drawn with the knowledge of several scientific disciplines that contributed, with their theoretical framework and methodologies of action, for the selection of strategies and direction of the work developed in the field. Participation is central in the project.

In this paper, we reflect about several issues, such as the centrality of community participation; the participatory inventory and the necessary recognition and appropriation of cultural heritage; the urgency of a dialogical thinking, where theory and practice are interlinked; the importance of interdisciplinarity in Sociomuseology; the succession of participative methods, which contributes to a better knowledge of the fieldwork and to the relation museum-community-territory; and the heritage education as a foundation to citizenship, development and cultural legacy valorisation.

Keywords: Participatory inventory, Sociomuseology, Cultural heritage, Collective memory, Community development and participation

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Jun 24, 2014
Como citar
JANEIRINHO, Raquel. Estratégias museológicas participativas: refletindo e atuando em Sociomuseologia. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 46, n. 2, june 2014. ISSN 1646-3714. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/4523>. Acesso em: 21 aug. 2019.