Museu da cidade de São Paulo: um novo olhar da sociomuseologia para uma megacidade - Maria Ignez Mantovani

  • Conselho Editorial Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

Museu da cidade de São Paulo: um novo olhar da sociomuseologia para uma megacidade

Tese de Doutoramento em Museologia deMaria Ignez Mantovani Franco (2009)

Orientadora: Prof.ª Doutora Maria Cristina Oliveira Bruno

 

Resumo

Este estudo preocupa-se em discutir como a Sociomuseologia poderá se apropriar de um  objeto de musealização mais amplo e abrangente, como o território de uma megacidade – no caso, São Paulo, Brasil.

O Museu da Cidade de São Paulo, como objeto de estudo e de problematização museológica, busca explicitar uma metodologia interdisciplinar que enuncia a concepção de um novo modelo de museu de cidade, que tem como objeto de análise a grande metrópole, que se articula sobre as premissas de coleta contemporânea de acervo, empreendida por meio de métodos de mobilização social, em interlocução com as lógicas próprias do mundo globalizado, porém canonicamente erigida sobre os preceitos fundadores da Sociomuseologia.

No cenário dos museus de território, este modelo busca fomentar um caminho novo e alternativo, que observa e interage em relação a uma realidade inerente à contemporaneidade, às megacidades, na medida em que busca problematizar e compreender as dinâmicas próprias da vida humana nestes imensos e complexos territórios.

No século XXI, eleito como o ‘século das cidades’, abre-se, portanto, um novo campo teórico para a Museologia; como exercício fundador para este pretendido diálogo interdisciplinar, considera-se o museu como o palco natural e vocacional de vivência, representação e reflexão coletiva sobre a vida humana em sociedade, na era das macrocidades.

 

Palavras-chave: Museu de Cidade, Sociomuseologia, Museu de Território, Coleta, Contemporânea, São Paulo

 

 

Abstract

City Museum of São Paulo A new approach to one Megacity through Sociomuseology The main concern of this study is to discuss how Sociomuseology can cope with a vast and encompassing object such as the territory of a megacity – specifically São Paulo, Brazil.

The City Museum of São Paulo, as an object of study and museologic problematization, tries  to present in a clear way an interdisciplinary methodology devoted to the conception of a new model of city museums, whose object of analysis is the great city, articulated upon the collection of contemporary items to be pursued by methods of social mobilization, interacting with the logic that characterizes a globalized world, but canonically based on the founding principles of Sociomuseology.

Within the scenario of territory museums, this model tries to stimulate a new and alternative path that observes and interacts with the reality intrinsic to contemporary world, to megacities, as it tries to problematize and understand the dynamics connected to human life in those vast and complex territories.

Therefore, along the twentieth century, elected as the "century of cities", a new theoretical field is opened to Museology; as a basic exercise for this intended interdisciplinary dialogue, the museum is considered to be the natural and vocational stage for experiencing, representing and collectively reflecting on human existence in society in the era of macrocities.

 

Keywords: City Museum, Sociomuseology, Territory Museum, Contemporary Collection, São Paulo

Publicado
Jul 2, 2014
Como citar
EDITORIAL, Conselho. Museu da cidade de São Paulo: um novo olhar da sociomuseologia para uma megacidade - Maria Ignez Mantovani. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 47, n. 3, july 2014. ISSN 1646-3714. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/4559>. Acesso em: 18 nov. 2019.
Secção
Teses & Dissertações concluídas no Departamento de de Museologia-ULHT