Museus: agntes de inovação e de transformação

  • Maria Mantovani Franco Diretora da Expomus, Ex-Presidente ICOM-Br, Phd em Museologia

Resumo

Vivemos em um período de profunda transformações e desafios nos mais variados campos e que diluem fronteiras políticas, econômicas, éticas, estéticas e étnicas, e em que as novas plataformas tecnológicas e comunicacionais transformam nossa percepção e existência. Os museus se tornaram âncoras da memória e do pertencimento, mas não podem se restringir à replicação e estagnação. Este artigo visa discutir as possibilidades de mutação desta instituição. Para isso, discute uma série de dimensões e potencialidades, como o papel das coleções nos museus; sua dimensão simbólica; sua polivalência; sua existência enquanto museu polimorfo, museu mundo, museu fórum; e em seu papel frente às emergências humanas e sociais e como agente de transformação.


Palavras-Chave: Museus; Transformação; Coleções; Museu Mundo; Museu Fórum; Museu Polimorfo.

Publicado
Jan 20, 2019
Como citar
FRANCO, Maria Mantovani. Museus: agntes de inovação e de transformação. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 57, n. 13, p. 13-27, jan. 2019. ISSN 1646-3714. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/6620>. Acesso em: 24 oct. 2019. doi: http://doi.org/10.36572/csm.2019.vol.57.02.