Acervo e Diversidade: Em busca de novas metodologias de gestão de acervos

  • Thainá Lopes Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Renata Padilha Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Mayara Ladeia Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Resumo

O presente artigo apresenta os aspectos teóricos-metodológicos dos processos de gestão de acervos museológicos pela perspectiva das diversidades culturais e sexuais, visando uma política de acervos LGBT. O objetivo geral é refletir sobre a concepção de novas metodologias para uma política de gestão de acervos LGBT no Museu da Diversidade Sexual. A metodologia abordada reflete as 04 fases do projeto de extensão Acervo e diversidade: mapeamento e política de acervo em museus, a fim de sistematizar as etapas de ação que envolvem a identificação, a contextualização, a ação e a avaliação do processo de pesquisa e salvaguarda do acervo. Consideramos que a elaboração de um documento normativo necessariamente deve refletir princípios, valores e a identidade da instituição, de maneira que determinadas escolhas metodológicas sejam essencialmente políticas. Em suma, identificamos a necessidade de se construir instrumentos e procedimentos na gestão de acervos e documentação museológica que atendam às diversidades, de modo que sejam respeitadas e valorizadas.

Palavras-chave: Gestão de acervos. Museologia LGBT. Museu da Diversidade Sexual. Política de gestão de acervos. Documentação museológica.

Publicado
2021-04-29
Como Citar
Lopes, T., Padilha, R., & Ladeia, M. (2021). Acervo e Diversidade: Em busca de novas metodologias de gestão de acervos . Cadernos De Sociomuseologia, 61(17), 67-84. https://doi.org/10.36572/csm.2021.vol.61.03