Restituição dos bens culturais retirados no contexto do colonialismo: instrumento de desenvolvimento e de diálogo intercultural.

  • Carlos Serrano Laboratório de Estudos sobre Hegemonia e Contra-Hegemonia (LEHC - UFRJ).

Resumo

Este artigo trata da restituição dos bens culturais retirados no contexto do colonialismo, da constituição do regime internacional de proteção e restituição do patrimônio cultural, seus princípios, limites e possibilidades. Discute a legitimidade dos pedidos de restituição, na perspectiva da imprescritibilidade dos crimes contra os Direitos Humanos do período colonial, e como meio para a descolonização das relações entre ex-metrópoles e ex-colônias e reversão dos efeitos ainda presentes do colonialismo como as debilidades das identidades nacionais das ex-colônias. 

Palavras_chave: Restituição, Bens culturais, Desenvolvimento, Colonialismo.

 

Biografia Autor

Carlos Serrano, Laboratório de Estudos sobre Hegemonia e Contra-Hegemonia (LEHC - UFRJ).
Publicado
2014-06-25
Como Citar
Serrano, C. (2014). Restituição dos bens culturais retirados no contexto do colonialismo: instrumento de desenvolvimento e de diálogo intercultural. Cadernos De Sociomuseologia, 47(3). https://doi.org/10.36572/csm.2014.vol.47.06