CONSIDERAÇÕES FINAIS; REFERÊNCIAS; LISTA DE FIGURAS

  • Adolfo Samyn Nobre Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Resumo

Ao trabalharmos a questão da construção de memórias e identidades sociais no bairro Maré, pelos narradores do CEASM, através da criação do Arquivo Documental Orosina Vieira, podemos notar que o processo não consiste em uma simples, ou pura, construção: nem memória, nem identidade se constroem a partir do zero. O que existe é uma reformulação ou revaloração de determinados fatos ou aspectos atribuídos, neste caso específico, à região da Maré e à sua população.

O bairro Maré é uma região marcada pelo estigma da pobreza e da violência, negligenciada, durante anos, pelos poderes públicos. Os narradores do CEASM não negam essas afirmações, mas se apropriam dela e afirmam que, se há pobreza e descaso do poder público, também há um povo forte que resiste e constrói com suas próprias mãos aquilo em que lhes faltou o Estado. Se há analfabetismo e baixa escolaridade, há também uma parcela que se recusa a aceitar o “destino” anunciado pelo senso comum e transpõe as dificuldades impostas por seu meio social, alcançando os mais elevados graus acadêmicos.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Como citar
SAMYN NOBRE, Adolfo. CONSIDERAÇÕES FINAIS; REFERÊNCIAS; LISTA DE FIGURAS. Cadernos de Sociomuseologia, [S.l.], v. 33, n. 33, june 2009. ISSN 1646-3714. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/504>. Acesso em: 17 aug. 2019.