A Experiência Sensorial do Corpo em Exposições Museológicas

  • Manoela Nascimento Souza

Resumo

Manoela Nascimento Souza

Departamento de Museologia, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Dissertação de Mestrado Msc. (2018)

 

Resumo

A presente investigação tem como objetivo refletir sobre a experiência sensorial do corpo em exposições museológicas. Pela complexidade desta investigação a pesquisa propõe o desenvolvimento de um método científico museológico, teórico e prático, como um processo de conhecimento participante do movimento do pensamento e do próprio mundo. Este método é denominado método vivo, pois é vivo como os seres humanos e, participativo porque parte do olhar da experiência e da compreensão do movimento e da ordem da vida. Esse método serve para os museólogos pesquisadores e para os sujeitos que experiênciam. Dessa forma, a investigação busca compreender as faces que compõe o corpo humano para conseguir propor um meio museológico que possa ajudar a experiência sensorial total do corpo em espaços museológicos. O meio museológico proposto é o vinho. O vinho como um gerador de sensações artificiais possibilita ao sujeito a reflexão e um conhecimento integrado sobre si e sobre o mundo. Para compreender a viabilidade do vinho como meio museológico, a investigação acompanha uma pesquisa de campo a fim de investigar a ação do vinho nos sujeitos. A pesquisa de campo foi realizada na vinícola brasileira Miolo Wine Group.

 

Palavras chave: sociomuseologia; experiência sensorial; método vivo; corpo; vinho

Publicado
2020-06-03
Como Citar
Nascimento Souza, M. (2020). A Experiência Sensorial do Corpo em Exposições Museológicas . Cadernos De Sociomuseologia, 59(15). Obtido de https://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/article/view/7113
Secção
Teses & Dissertações concluídas no Departamento de de Museologia-ULHT