Bem-estar psicológico na reforma: a importância da preparação dos trabalhadores para a transição

  • Ricardo Pocinho Universidad de Valencia
  • Calos Fernandes da Silva Universidade de Aveiro
  • Pedro Belo Universidad de Valencia
  • Esperanza Navarro-Pardo Universidad de Valencia
  • Juan José Fernández Muñoz Universidad de Valencia

Resumo

 


O envelhecimento da população é uma realidade atual da nossa sociedade e, portanto, torna-se fundamental a criação de estratégias para que esta fase da vida seja vivida de forma positiva e saudável. Não obstante, é impossível evitar certas perdas que vão ocorrendo ao longo do envelhecimento, pois fazem parte do próprio processo. A reforma é uma dessas perdas, a nível social, com um grande impacto na vida dos indivíduos e nas famílias uma vez que todos nós somos profissionalmente ativos durante grande parte das nossas vidas. Torna-se, assim, importante a criação de estratégias precoces que habilitem as pessoas adultas e profissionalmente ativas para prepararem o seu próprio processo de reforma, isto é, a transição do trabalho ativo para a aposentadoria. Uma dessas estratégias poderá ser a frequência de um curso que se destina a preparar as pessoas adultas para esta transição. O presente trabalho avança com hipóteses sobre o impacto desta estratégia no nível de bem-estar psicológico dos adultos.


Palavras-chave: reforma; educação; satisfação com a vida; envelhecimento.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
Jan 31, 2018
Como citar
POCINHO, Ricardo et al. Bem-estar psicológico na reforma: a importância da preparação dos trabalhadores para a transição. Revista Lusófona de Educação, [S.l.], v. 37, n. 37, jan. 2018. ISSN 1646-401X. Disponível em: <http://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/6227>. Acesso em: 27 may 2018.