Análise de Interações Focada na Colaboração e Cooperação do Modelo 4C

  • António Pedro Costa Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
  • Francislê Neri de Souza Universidade de Aveiro
  • Maria João Loureiro Universidade de Aveiro
  • Luís Paulo Reis Universidade de Aveiro

Resumo

A Colaboração e Cooperação são dois dos principais fatores no desenvolvimento de software de qualidade. Deste modo, é de particular importância analisar estas duas dimensões no decorrer de um processo de desenvolvimento de software para garantir a qualidade do mesmo e permitir introduzir melhorias nos processos de desenvolvimento. Tendo como fundamentos estas premissas surgiu o modelo 4C, assente nas seguintes dimensões: Comunicação, Coordenação, Colaboração e Cooperação. Este artigo descreve o modelo 4C e a sua aplicabilidade na análise da Metodologia Híbrida de Desenvolvimento Centrado no Utilizador (MHDCU) que serviu de base ao desenvolvimento do recurso educativo Courseware Sere – O Ser Humano e os Recursos Naturais. O modelo 4C permitiu que a análise ao processo definido na MHDCU fosse realizada, tendo por base as interações decorrentes nos fóruns disponibilizados no moodle. Este artigo tem por base as interações ocorridas no desenvolvimento do primeiro ecrã, da Fase I – Petróleo, centrando a análise nas dimensões Colaboração e Cooperação. Os resultados obtidos reforçam a importância de desenvolver recursos educativos tendo por base o trabalho colaborativo e cooperativo assente em equipas multidisciplinares.

Palavras Chave: análise de interações; modelo 4C; metodologia híbrida de desenvolvimento centrado no utilizador; courseware sere; colaboração e cooperação.

Biografia Autor

António Pedro Costa, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Professor do Instituto de Ciências da Educação
Publicado
2015-06-21