A aprendizagem cooperativa e os mapas de conceitos na promoção do pensamento crítico e criativo: uma experiência no ensino superior

Resumo

Este artigo contribui para a reflexão sobre os efeitos do uso da aprendizagem cooperativa e dos mapas de conceitos no desenvolvimento do pensamento crítico e criativo em estudantes do ensino superior. O mesmo apresenta um estudo quasi-experimental, com pré e pós-teste, com um grupo experimental (n=19) e um grupo de controlo (n=22) com estudantes de licenciatura das áreas de Educação Básica e Psicologia. O grupo experimental foi submetido a estratégias de aprendizagem cooperativa e à elaboração de mapas de conceitos a partir da leitura de textos. No grupo de controlo, a metodologia usada na lecionação dos conteúdos foi o método expositivo. As competências de pensamento crítico e criativo de ambos os grupos foram avaliadas com recurso ao Teste de Pensamento Crítico e Criativo (Lopes, Silva, & Morais, 2019). Os resultados mostraram melhorias significativas nas competências de pensamento crítico e criativo nos alunos do grupo experimental relativamente ao grupo de controlo (d=1.66), sugerindo que o uso da aprendizagem cooperativa e dos mapas de conceitos contribuem positivamente para o seu desenvolvimento, especialmente ao nível das competências de explicação e síntese.

Palavras-chave: aprendizagem cooperativa; pensamento crítico; pensamento criativo; mapas de conceitos; ensino superior.

Publicado
2020-01-14