Os espaços socioeducativos da escola e a reconfiguração da pedagogia (educação) social na intervenção escolar

Resumo

Reivindicamos um novo papel à pedagogia social e à educação social no espaço socioeducativo escolar, devido ao surgimento de problemáticas sociais no seio da escola. Essa recuperação do escolar no processo de reconfiguração da pedagogia social, acostumada a intervir no âmbito da educação não-formal, converte a aquela num campo de reflexão da intervenção sobre os problemas sociais e educativos que nela ocorrem. Pretendemos com os nossos propósitos contribuir para a reconfiguração da pedagogia social e da ação da educação social na escola, em articulação com a intervenção comunitária. Na base de uma metodologia hermenêutica norteamo-nos pelos seguintes objetivos, os quais coincidem com os dois pontos estruturais do texto: analisar na realidade atual algumas evidências que exigem respostas socioeducativas no âmbito da pedagogia social e educação social; reconfigurar a pedagogia social como uma pedagogia social escolar, no âmbito das Ciências da Educação, de modo a compreender a intervenção escolar, através da educação social; compreender a (inter) relação entre a pedagogia social (âmbito teórico) e a educação social (âmbito prático), especialmente ao nível da prática pedagógico-social na escola; determinar o papel da pedagogia social no contexto escolar, os desafios e respostas socioeducativas dados pela escola. Sabemos que os programas de intervenção nos espaços socioeducativos escolares exigem a colaboração relacional ‘escola-família-comunidade’ e a (re)construção de uma pedagogia social inclusiva, equitativa, para a formação da cidadania, resolução de conflitos e de problemas sociais e educativos.

Palavras-chave: espaços socioeducativos; novas realidades escolares; pedagogia social; educação social; pedagogia escolar.

Publicado
2021-01-30