Mestrados e doutorados profissionais como espaços de formação docente

Resumo

Este artigo aborda o papel dos programas profissionais de pós-graduação em Educação no Brasil como lócus de formação docente. Parte-se do pressuposto de que tais programas, considerando sua missão precípua de formar pesquisadores de alto nível e de, em seu trabalho final, apresentar produtos e serviços inovadores que contribuam para o aprimoramento do fazer pedagógico, possam suprir uma lacuna, existente no Brasil, de maior interação do ensino superior com a educação básica. A identidade dos programas profissionais, todavia, encontra-se, ainda, em construção. Com apoio na abordagem qualitativa, de natureza bibliográfica e documental, o presente artigo contextualiza o surgimento dos programas profissionais e analisa experiências de intervenção. Concluindo, afirma que a introdução de programas profissionais de educação, ainda recente, pode se constituir em um movimento importante para a redução de assimetrias presentes na oferta de pós-graduação no país e para o desenvolvimento de conhecimentos teóricos e técnicos necessários à solução de problemas concretos enfrentados pelos docentes e demais profissionais da educação básica em seu cotidiano escolar.

Palavras-chave: educação; pós-graduação profissional; formação docente.

Publicado
2021-01-30